quinta-feira, julho 16, 2009

Cultivando a sua nova experiência

Há três anos, escrevi que o rap perdeu a sua essência. Surgido como uma forma de expressão dos negros exporem as injustiças da sociedade norte-americana, o estilo hoje transformou-se num propagador da sacanagem.

Outra coisa que me incomoda no hip hop é a questão do gangsta. Obviamente existem as (muitas) exceções. Descobri tardiamente que podemos encontrar coisas boas em todos, ou melhor, quase todos estilos de música. Esse é o caso do Cyne (Cultivating Your New Experience).

O quarteto, formado em 2000 na cidade de Gainsville, Flórida, é composto por Akin Yai e Clyde Graham, ambos MC's, e pelos produtores Michael Gersten e Dave Newell. O resultado da reunião dessas quatro mentes diferentes é extremamente interessante.

O primeiro disco do Cyne, Time Being, saiu em 2003. Dois anos depois gravaram Evolution Fight, considerado um novo clássico do gênero. Ficaram um tempo parados e voltaram com tudo em 2008. Em 12 meses soltaram três álbuns, é mole? O último, Water for Mars (foto), foi lançado em maio via City Centre Offices.

As irresistíveis batidas influenciadas pela soul music criadas por Gersten e Newell servem de base para as letras inteligentes e muito conscientes da dupla Graham e Akin. Aprecie sem preconceito.

Ouça This Year, do disco Water for Mars, de 2009.

15 comentários:

Alexandre Campos disse...

Pô Daniel, serei franco,não curti o som não!
Como não conheco RAP não tenho parâmetros para fazer uma comparação, masssssssssss esse não emplacou!hehehehe
Abraço, mas é esse o caminho, sempre a procura de novos estilos, ritmos sem (pré)conceitos.

Ramiro Catelan disse...

Haha, tu colocou o "quase todos". ;)
Bem, cara, eu acho que esse tipo de batida é muito legal... Se tivesse outro estilo de vocal, como um de soul, por exemplo, a música ficaria MUITO melhor. Uns trechos contendo vocal "rappeado" não tem problema; agora, a música inteira? Por favor! A maioria dos artistas de hip-hop perde por causa disso: a falta de expressão na voz, a coisa maçante que acaba se tornando sua música de um modo geral. É a mesmo argumento que muitas pessoas usam contra a maioria das bandas de death metal: a estagnação, a repetição e a falta de variedade...

Post bem escrito, como sempre!

Abraço

Cooringa disse...

Rap é Racionais MC's!

Não curti muito o som dos caras também que nem o camaradinha ali de cima! Mas sempre é bom ver qualé das bandas.

Abraço

Guttwein disse...

Nunca fui de escutar essa vertente musical, aliás, tenho até certa raiva pra dizer a verdade...mas já é outra história!
O negócio é Heavy Metal e ja era! rsrsrs

Alan izaias disse...

Concordo que o rap se transformou nisso. Além que se tornou uma forma de protesto, que boa parte dos negros se sentem reprimidos, fora a sacanagem que se tornou o estilo. Muito joia seu blog.

Silvio disse...

Fala amigão blz?

Tem total razão rap e hip hop virou e é atualmente apenas musica pra meninotas dançarem na balada se achando o maximo sem nem saber que as letras falam de botar elas de 4 e passar o rodo. rs, tragicomico

Uma coisa boa que podemos tirar desse estilo é a imensa habilidade que esses caras tem de fazer batidas e sons, melodias cativantes. Dou o braço a torcer os cara são foda nisso, as batidas que eles conseguem fazer em musicas é mto foda.


Valeu aí pela dica abraço!

http://silviokoerich.blogspot.com/

Marcondes disse...

Autos som!

Parabéns ae garoto pela versatilidade em apreciar música!

Forte abraço

Amynon disse...

Concordo , tais estilos alem de falar de violência( como coisa que não se vê hoje todo dia ) banaliza o sexo por que nos clips que meu irmão vê eu so vejo gangsters com muitas mulheres em cima deles no alisa alisa. Esta semelhante aos comerciais sem criatividade das cervejarias do Brasil que só fazem comerciais de mulheres na praia e que vão querer o cara por que ele toma aquela cerveja ali. Fazer o que , ainda bem que as exceções existem um sinal de que o que tenho dito e o que vc postou tem sido visto por alguem mais.
Bom final de Semana pra vc !

Klebinho disse...

Bem lembrado, o rap realmente se perdeu e "as letras de protesto" ja viraram sacanagem faz tempo.. negocio é balançar o popozao ao som do funk carioca!

como diria o poeta..

CHEGO CHATUBA! come cu. come xereca...

hehe

abraço!

Anônimo disse...

Tá ficando malandrinho hein manjão!!!! com domínio e tudo mais já, o blog realmente deu certo! ;D

então cara, até concordo contigo sobre o rap... inclusive acho até que no Brasil essa essência que existia lá fora ainda não se perdeu, tentaram afasta-la (vide negra li e afins), mas não se perdeu.

foda iço 8)
aparece no msn ae cavalo!
abrazzz!
Mentally Blind

Frank Kair disse...

Poisé, a maioria das coisas é assim, não só na música, as coisas perdem a essencia deixando o lugar para pessoas que souberam se aproveitar da situação criada (no caso música para expor injustiças).

É triste, mas é verdade e difícil de combater, porque a maioria das pessoas é burra (infelizmente também verdade) e não dá a mínima pro que acontece. Garotas dançam aí músicas "YO bitch, shake that ass, I wanna fuck yah, I wanna kill ya motherfockers" na maior empolgação... Tinha que boicotar essas músicas de traficantes ARGHHH

Fico puto, poderia ficar o dia todo discutindo a banalização da arte na música e da influencia dos gangsta no mundo de hoje... desgraçadosss arghh

hehe, a música não é ruim, como tu disse, aprecia sem preconceito. Só por não conter as sacanagens clássicas eu já fico feliz, mas mesmo assim não vou virar fã ou vou escutar, just cool.


Bom post Daniel, me deixou intrigado hahaha

Abraço!

Jef disse...

"perdeu a essência", será que essa colocação não poderia ser uzada para todos os estilos musicais? o rap ficou com essa fama pq é o estilo musical mais consumido pela maior economia do mundo, e como todo estilo tem varias vertentes e infelizmente o agora conhecido como "blingbling" foi aquele que comandou o barco pras gravadoras encherem os bolsos de grana.

algumas pessoas comentaram se baseando nesse estereotipo de que todo rap é igual a "50centavos", sendo que não é, existe mta gente mto criativa produzindo material de qualidade.

cyne é um desses grupos e graças a boa e velha internet pessoas com a cabeça aberta podem curtir um ÓTIMO som, pq se formos depender das rádios e da TV pra conhecer musica estamos literalmente na m*rda

Gabriel disse...

issso ae é o rap underground
a essencia

Daniel disse...

Isso aí dani! Sem preceonceitos. Som de qualidade esse.

Vou ver agora se te faço curtir algum horrorcore hehehe

abração!

Francorebel disse...

Não conheço esse grupo, mas parece bom... valeu!