terça-feira, julho 28, 2009

35 anos de Snegs, um clássico esquecido

O ano de 1974 foi muito especial para o rock progressivo. A terra foi invadida por clássicos como Relayer (Yes), The Lamb Lies Down On Broadway (Genesis) e Red (King Crimson).

No Brasil, Os Mutantes liderados por Sérgio Dias fizeram Tudo Foi Feito Pelo Sol e o Som Nosso de Cada Dia chegou com Snegs, melhor disco do estilo já gravado em nosso país.

O Som Nosso foi criado no início dos anos 70 em São Paulo. Vários integrantes passaram pela banda que se consolidou no trio Pedrão (baixo e vocal), Manito (teclados e sopros) e Pedrinho (bateria e vocal), todos muito talentosos.

Snegs abre em grande estilo com Sinal da Paranoia, um hino do rock brasileiro. É injusto citar destaques nessa obra-prima. As músicas complexas, guiadas pela tecladeira infernal de Manito, são repletas de pequenos detalhes, letras filosóficas e belos vocais.

Dois anos depois lançaram Sábado Domingo, com uma levada mais funk, e o grupo acabou. Ótimo trabalho, mesmo sem aquela veia progressiva de antes. Como deve ter bastante gente que não conhece, escolhi o fantástico Snegs para ilustrar o 100º post desse blog.

Ouça Massavilha e o maravilhoso sintetizador de Manito.

14 comentários:

streeto disse...

Como é que eu não conhecia essa banda?! Muito psicodélico, demais.

Tem uns reviews interessantes no progarchives, vale a pena conferir também. Valeu Daniel! :D

Cooringa disse...

Nunca tinha ouvido falar dessa banda também, como meu amigo Dé!
Som loko ... Massa!
Arranjar espaço no meu HD antes que eu esqueça da banda!
Hehehe
=)

Balaio Contemporâneo disse...

Nós que fazemos o Balaio Contemporâneo agradecemos sua visita e adoramos o seu blog e essa banda é uma novidade para nós.
Continue brilhando...

kaio disse...

ácido total os sintetizadores, muito bom o som, animal os vocais.. rock du bão!

Dica ae primo: Tanghetto (electrotango), album "el miedo a la libertad". Vale a pena, caso não conheças!

Abração!

Clebert disse...

Realmete o som é otimo!!!
Mas nao se compara au Emerdon lake and palmer

Abraço amigo 12 xD

Lilo disse...

No início não tinha gostado, mas quando entrou o vocal ficou melhor... hehehe
Boa música!

Abrço primo

Carolina disse...

Se toda a música fosse a parte do vocal eu teria gostado bastante. Mas não é. =/

Emanuel Júnior disse...

Agora apareceu o tocador. :D

Daqui a pouco eu escuto o som.

Abraço

Wander Veroni disse...

Oi, Daniel!

Parabéns pelo 100º Post do blog! Sempre que venho aqui aprendo sobre música e tenho encontrado muitas dicas interessantes como a dessa banda que não conhecia.

Abraço,

http://cafecomnoticias.blogspot.com

Alexandre Campos disse...

Sonzeria do Cacete! Swingueira do batera! Som progressivo sem perder as raizes brasileiras.
Grande surpreza. A banda digna de ser marcada pelo 100 post!
Parabéns Daniel, depois me passa mais umas musicas da banda.
Abraço

Marcio Teixeira de Mello disse...

Valeu! Conheci a banda por causa do post e gostei bastante do disco. Me surpreendi com a versão de "O Guarani", uma das composições mais fodas de todos os tempos.

Pedrão do Som Nosso de Cada Dia disse...

Agradeço profundamente a atenção dada
ao Som Nosso de Cada Dia e ao disco Snegs.
Foi um trabalho feito com muita batalha !! Vc não imagina como é gratificante após tantos anos este reconhecimento.!
Mais uma vez agradeço pela citação honrosa !
Pedrão Baldanza
SNCD

Klebinho disse...

muito bom o som... ja estou baixando o cd! Sonzeira!

Valeu por apresentar mais uma nova banda de qualidade e parabens pelo reconhecimento!

abraço!

Frank Kair disse...

Depois que conheci melhor comecei a gostar muito dessa banda!

Meus amigos viram eles ao vivo no Psicodália esse ano, pena que não fui :(

Enfim, esse disco é uma pérola, um "masterpiece" da música no Brasil e no gênero Progressivo ao redor do mundo!

Post honroso, parabéns Daniel!