quinta-feira, março 26, 2009

Os piratas do rock progressivo

O Kansas é aquele tipo de banda injustiçada. Criado no início dos anos 70, em Topeka, estado do Kansas, o grupo comemora neste mês de março 35 anos de lançamento do primeiro disco, autointitulado.

A formação clássica, composta por Steve Walsh (voz e teclados), Kerry Livgren (guitarra e piano), Dave Hope (baixo), Phil Ehart (bateria), Robby Steinhardt (violino) e Rich Williams (guitarra), é responsável por verdadeiras obras-primas do rock progressivo como Leftoverture (1976) e Point of Know Return (1977).

A injustiça ocorre da mesma forma com o Eagles. A maioria das pessoas só conhece Hotel California e perde a oportunidade de apreciar ótimos discos. No caso do Kansas o problema aparece com Dust In the Wind e, se for pedir demais, Carry On Wayward Son.

Nos anos 80 o grupo tomou outro rumo. Com John Elefante nos vocais e, posteriormente, Steve Morse nas guitarras, o Kansas adotou de vez um som mais hard rock, de forte apelo comercial. Apesar de ter lançado coisas boas, não é de longe a banda que eu aprendi a gostar.

Atualmente, o agora quinteto (com três membros originais) está em turnê pelos Estados Unidos, com datas agendadas até dezembro. Está previsto para 2009, também, o lançamento do DVD de um show realizado no início deste ano na cidade natal do grupo.

Ouça What's On My Mind, do disco Leftoverture.

13 comentários:

Daniel disse...

rock progressivo REGRAS

Maciel disse...

Kansas é bom mesmo e falando na Dust In the Wind ela é muito tocada em casamentos pra quem ainda não sabe hehe, 35 anos ein quem diria haha a banda é ducaralho mesmo um abraço

william disse...

Eu não conhecia nada de Kansas, mas agora que eu ouvi o Leftoverture eu achei legal.
Irado esse negócio aí deles terem tomado um rumo mais Hard Rock e terem tocado com o Steve Morse
:D

streeto disse...

Po, altos vocal!

Renan disse...

éééé...
Jah ouvia alguns sons deLes, mais éssa é du caraiii mesmo! Vocal fudido...

Matox disse...

Legal Kansas, só conhecia a Dust mesmo e olhe lá. Mas não me chamou muito atenção não. Mas o que não significa que seja ruim. =p

Sobre o jazz, eu achei legal, mas muito depressivo. O interessante é que não deixa de ser um som viajante.

Abraços.

Alexandre Campos disse...

Achei o som da guitarra no começo parecido com o Eric "god" Clapton. Boa música!
Abraço!

Cooringa disse...

Sempre ouvi falar dessa banda mais não conhecia ainda!
Sonzera!
Já ta na minha lista para Baixar!!!
12 Assim tu acaba com o meu HD!
Abraço garoto!

Klebinho disse...

tb sou dos que conehcem dust in the wind heheh vamos ver se consigo um material a mais!

abraço!

Carolina disse...

Essa música é muito boa!

Ótimo texto!

Frank disse...

É verdade o fato das pessoas conhecerem só Hotel California, Dust in the Wind e tal...

O disco Leftoverture é bom demais, é tudo muito bem feito! É pesado e progressivo, eu curto muito esse album, mas preciso conhecer mais deles...

Mas é isso Daniel, ótimo post!

Fellipe Rabelo disse...

putz meo... Dust é o bixo mas esta eu n gostei muito. voz fininha sei lah, muito grito!! e olha que no playlist do meu winamp no momento está tocando Nazareth, kiss e Australian Crawl. mas quem sou eu detonar os caras.
A guitarra é Boa!! :D
Abraços..

Deny Rocha: disse...

essa banda é massa!!
parabéns!!

http://www.sabermaismuitomais.blogspot.com/