quarta-feira, março 11, 2009

O ano do Mastodonte

Se tem uma banda hoje nos Estados Unidos que merece a nossa atenção é o Mastodon. O grupo é um dos principais responsáveis por trazer o heavy metal de volta ao mainstream, fenômeno que a mídia caracterizou de New Wave of American Heavy Metal (NWOAHM), em alusão ao movimento britânico surgido no final dos anos 70.

Formada em 1999 na cidade de Atlanta, Geórgia, por Brann Dailor (bateria), Brent Hinds (guitarra e vocal), Bill Kelliher (guitarra) e Troy Sanders (baixo e vocal), a banda chega ao quarto e provavelmente melhor trabalho da carreira com Crack the Skye. Produzido e mixado por Brendan O'Brien, que já trabalhou com o AC/DC e Stone Temple Pilots, o disco será lançado dia 24 de março, via Reprise Records.

A música do Mastodon é uma improvável e fantástica mistura de estilos. Mais progressivo e ambicioso do que nunca, o som do quarteto ainda apresenta elementos de hardcore, jazz e southern rock. É impressionante como toda essa experimentação e criatividade podem soar de uma maneira tão harmoniosa. Crack the Skye tem tudo para estar entre os melhores lançamentos de 2009. Simplesmente Genial.

Ouça duas músicas do disco, aqui.

12 comentários:

Ramiro Catelan disse...

Será que devo dar uma nova chance à banda? Em 2005, ouvi um álbum (lançado no mesmo ano, senão me engano) que eu achei muito, muito ruim. Qual a diferença na sonoridade?

Abraço

Matox disse...

Po, dessa vez vou ser obrigado a concordar com quase 100% do que vc escreveu ai. Pode ficar tranquilo, que quando o disco vazar numa qualidade boa, eu farei questãod e ouvi-lo, mesmo não sendo muito fã da banda, mas sei que o que eles fazem é sensacional.

Abraços.

Anônimo disse...

é massa a banda ainda não conheço mais tem mesmo vários estilos numa música e comcerteza é mais procurado por músicos :D
um abraço aí

Daniel Iahn disse...

muito bom !
são de bandas assim que o metal precisa, inovadoras, experimentais.
o que tem aí atualmente só fica se repetindo e repetindo
cada vez mais

muito bom!

Raquel disse...

Realmente como você já tinha dito: "É impressionante como toda essa experimentação e criatividade podem soar de uma maneira tão harmoniosa". Parece que há mesmo um sincronismo entre estilos diferentes na música. Bem legal. Abraços!

baketa disse...

Seu Blog está show de bola, parabéns. Quanto a música perfeita. Abraços.

Lucas disse...

Bom muito bom eu gostei

Eduardo disse...

Hum, não conhecia... vou começar a prestar mais atenção!

abraço

Carolina disse...

É um som pesado e doce ao mesmo tempo, bem marcante. E ainda tem as capas mais coloridinhas e esquisitas do mundo rock.
Belo texto, querido!

Frank Kair disse...

Esses nomes que a mídia concede são legais, agora reviveram a "WAVE" do Heavy Metal hehe.

Po, a banda tem um estilo caótico, pra mim pelo menos, bem diferente.

A música Oblivion é MUITO boa (achei melhor que o single), poderias postar também hehe :D

Flunders disse...

não conhecia a banda, mas gostei da sonoridade, boa dica, vou dar uma olhada nos albums.

Rafael disse...

Essa banda tem a furia do pantera, os riffs do metalica e a criatividade do Opeth é munidos pelos seus talentos individuais, é algo sobrenatural