quarta-feira, agosto 05, 2009

Quem diabos é Buckethead?

Uma das coisas que mais me intrigam desde que eu comecei a gostar de música é saber qual a verdadeira imagem do Buckethead. Quem diabos é esse monstro da guitarra com um balde de frango frito na cabeça?

A primeira vez que o vi foi no Rock In Rio III, tocando com o Guns n' Roses. A performance esquisita do mascarado, aliada a sua técnica incrível, só aumentam o mistério em torno desse personagem.

Brian Patrick Carroll, seu nome de bastismo, é bizarro na mesma proporção em que é genial. Não deve nada aos grandes mestres no quesito velocidade (veja), além de ser um compositor de mão cheia, capaz de escrever músicas nos estilos mais diversos.

Buckethead é, também, uma máquina de produzir discos. Só na carreira solo são mais de 30, sem contar os trocentos álbuns que gravou com os inúmeros projetos e bandas pelos quais já passou. Será que um dia ele irá tirar a máscara? Melhor não, talvez perca a graça.

Ouça toda a sensibilidade do guitarrista em Watching the Boats With My Dad, do disco Colma, de 1998.

23 comentários:

Alexandre Campos disse...

Sonzeira Daniel! Sensibilidade a flor da pele, é de arrepiar.
Nem so de heavy metal vive o mundo!
Boa Noite

Rafael disse...

Esse cara não deve nadaaaaa pra G3, conheço ele ja de shows com o Primus e ele DESTROI TUDO E TODOS... Excelente guitarrista, e excelente personagem também, sempre deixa a gente com essa duvida maldita? "Quem diabos é o cara???" huhuhahahaha

Anônimo disse...

Muito bom o som do cara de boneco! Jah ouvi dizer q ele eh portador de doença degenerativa! Essa entre outras lendas sobre Buckethead acreto ser apenas uma enorme estratagia de marketing! mas, o cara toca bem!

Ramiro Catelan disse...

Bah, amei a música! Bem suave, delicada, relaxante... me consegue o link pra algum álbum deles depois!

Abraço

Lilo disse...

Sou suspeito pra opinar em músicas instrumentais, mas...
Se você diz que o cara é foda, ele realmente deve ser!
hehehe

Beijo primo

Ninho disse...

É a primeira música que escuto dele ate a o momento, mas pelo jeito o cara tem um talento monstruoso.

Valeu Daniel e continue trazendo cultura e que faça entendermos que ainda a muito para se descobrir nesse mundo vasto e deixar esse nosso pequeno mundo pessoal rico em conhecimento.

Parabéns pelo seu trabalho.

Carolina disse...

Muito bom o teu post, rapá!!!
Delicinha a música. Só não imaginei um cara com um balde na cabeça tocando. rs

Ótimo texto!
Beijo grande!

Cooringa disse...

O Cara tem o Dom!
=D

Guttwein disse...

Pô Daniel, um post em minha homenagem...não precisava cara!! ahaHAHAHahAH (oO) Já pensou?? Esse cara é tão bom que chega a me dar raiva!! rsrs... que demônio!! Como ele consegue fazer aquelas escalas tão rápido?! Sequer olha pra guitarra! ¬¬
Um dia eu chego perto da metade de 1/5 do que esse cara toca... um dia!! rsrsrs

Anônimo disse...

o "cabeça de balde" é foda.
JP

Cristina Tosta disse...

O cara leva um som bom mesmo! Pra tocar com o Guns... Ao lado do Slash...

Frank Kair disse...

Taí um cara estranho... Queria saber quem é hehe

A música que postasse é linda e o texto ficou muito bom também.

Parabéns e continua postando coisa boa pra galera aí! :D

Eduardo Nunes disse...

A primeira vez que o vi tocar também foi no Rock In Rio III.

A segunda vez que o vi tocar foi hoje, ao ler o teu blogue.

E, provavelmente, nunca mais o verei.

Rodrigo Rafael Alves da Silva disse...

dae 12 ... pow quase chorei cara ... hehe ... q som lindo ...
a jogada de marketing dele tbm eh show de bola =P
hehehee

abraços

Patric disse...

É um músico muito interessante, mas lança muito trabalho pra poder acompanhar tudo. Vale a pena conferir toda a flexibilidade musical do cara.

Neto Freitas disse...

caralhoo 12 esse cara quebra.. Escuta o album dele Population Override.. achei uma foto dele no google sem a mascara não sei se é real, mas o cabelo é parecido.
Aquela mascara que ele usa é similar a do Michael Myers e o pote é do KFC, como tu falou uma espécie de restaurante fast food que vende aqueles baldes de frango.. que por sinal é um lixo.
irraaa abraço

Klebinho disse...

Eu vi esse cara ao vivo no rock in rio em 2001 (caralho to velho).. realmente enigmatico, chega a dar medo, se movimenta como um robo hehhe mas toca muito, cara nao conhecia essa linha de trabalho dele, curti mto o som, sou fã de instrumental!

Abraço!

Filipe disse...

Ô, amigo! Primeiro, quero cumprimentá-lo e parabenizar pelo Blog. Estudo Jornalismo também e, tecnicamente dizendo, seu blog está excelente. Apesar de dizer isso, não sigo as técnicas blogueiras e, indo de encontro ao mandamento blogueiro, escrevo textos longos. Mas aí já é outro assunto. A primeira vez que vi o Buckethead foi também no Rock in Rio III. Eu e meu irmão éramos fanáticos por Guns e, quando vimos aquele ser bizarro, estranhamos pacas. Senti falta pacas do Slash, mas o cara é muito bom e não fica atrás de quase nenhum guitarrista contemporâneo. Um abraço, meu velho!! E parabéns!! Filipe

Rosy disse...

Parabéns pelos blog. Particularmente sou leiga no assunto, mas pelo que você postou, o cara é fera mesmo. Vou pesquisar mais sobre ele.

caio disse...

buckethead vc e muito bom a soothsayer e a melhor musica o solo e muito dificil e rapido vc e demais

Fernando Madeira disse...

Bicho, que coisa de louco é isso hein!!! Show d bola!

N sabia dessa experiência toda em estúdio hein. Vou procurar mais coisas dele. Muito bom!

Valeuuu!!!

Studio Ness disse...

Tenho a oportunidade de acompanhar aqui nos EUA a carreira dele, devo dizer que não há nenhum outro guitarrista com uma obra tao extensa, diversificada, muita gente fica apenas comparando ele ao Slash, oras ele apenas substitui o Slash num Guns N Roses destruido por Axl, na vdd o guitarrista lá era o Flik ( péssimo por sinal ), Buckethead é o maior guitarrista de todos os tempos, e nao falo por gosto, falo pela obra, nenhum outro pode ser comparado a ele, ele dominada quase todas as técnicas possiveis, e um detalhe ele nunca se vendeu a grande mídia, qdo percebeu que ia ser explorado por Axl Rose, deu um pé na bund... dele. Vida longa a BUCKETHEAD...

Matheus Ramos disse...

O melhor músico que já vi na minha vida. Cada música toca um sentimento. Excelente guitarrista e em diversos solos no guns ele superou seu criador slash. Ouço todos os dias,ee, infelizmente não tive ainda a oportunidade de vê-lo ao vivo, um sonho que gostaria de realizar, ver meu ídolo ao vivo.

Obrigado por tudo, Buckethead!!