quarta-feira, maio 12, 2010

Nevermore de volta ao topo com novo disco

Quem achou que o Nevermore seria deixado para trás depois que Warrel Dane (vocal) e Jeff Loomis (guitarra) iniciaram carreira solo, em 2008, se enganou.

Após o ótimo This Godless Endeavor (2005), último trabalho do quarteto, as expectativas para o novo disco da banda eram as maiores possíveis. Felizmente, elas corresponderam.

The Obsidian Conspiracy, que será lançado no dia 8 de junho nos Estados Unidos (mais cedo na Europa e Austrália) pela Century Media, é menos complexo que o anterior, mais direto e incrivelmente pesado, uma sonoridade semelhante a do criticado Enemies of Reality, de 2003.

Warrel Dane teve total liberdade nesse álbum e não decepciona, suas linhas vocais estão fantásticas como sempre. Jeff Loomis é uma máquina de criar riffs e solos arrasadores. Jim Sheppard (baixo) e Van Williams (bateria) completam o time infernal do Nevermore.

Outro ponto que realça a qualidade do grupo é o trabalho da dupla Peter Wichers (produção) e Andy Sneap (mixagem), que deixou o som de The Obsidian Conspiracy cristalino. Ainda é cedo para dizer em que lugar o disco pode chegar. No momento, basta dizer que ele é sensacional.

Ouça Emptiness Unobstructed.

43 comentários:

Lilo disse...

Porra doidura esse som! Tem até saxofone alí?

Abraçoo

Xunio disse...

Massa, gosto de musicas com variações... Já conhecia a banda, mas nada de mais.....
Altos som...

Daniel Lima disse...

Nevermore é muito bom.
Parabéns e t+.

http://comdestaque.blogspot.com/2010/05/oitava-edicao-da-revista-rock-meeting_02.html
--
www.sarau2eteres.blogspot.com

NeRsO disse...

nunca ouvi falar .... é bom msm?
rsrs abraços

Fica A Dica disse...

ah, não faz muiiito meu tipo!
mas desenvolveu bem o posto!!!

Paulo disse...

Muuuuito louco.

Arash Gitzcam disse...

Cara, seus dois últimos posts são os dois álbuns que baixei antes de ontem, e eu concordo em quase tudo com vc, só n curti tanto o nevermore qto vc.

Hj baixei o Mondo Cane do Mike Patton, só falta vc falar dele agora... à primeira impressão eu achei uma merda, mas agora já estou curtindo algumas faixas, como a excelente Deep Down. Abraço...

Daniel disse...

porra
Nevermore dispensa comentarios
uma das maiores e mais inovadoras bandas de metal de uns tempos pra cá, 7 cordas na orelha hehe

Karla Hack disse...

Bem intenso o som! Nossa... fazia tanto tempo que não escutava Nevermore... Fiquei curiosa em ver este novo álbum!
:D

Aline Dias disse...

nunca tinha ouvido falar nesse negócio, mas o post ficou tão bem trabalhado que deu vontade!

Admin Futebobeiras disse...

não conheço mas vou procurar escutar ;D

Fabricio bezerra da guia disse...

eu gosto do seu blog,sempre que eu leio ele tem algo novo que eu nunca ouvi falar

Jefferson disse...

Gostei bastante do som pesado e denso, mas tenho que discordar do amigo Daniel quanto ao vocal. Apesar de ter uma voz limpa, o vocalista não me agradou. Abraço.

Millena Blogueira disse...

Adoro blogs como o seu que me fazem conhecer coisas novas.

Elton Max JG disse...

não curto Rock ! Mais a capa ta sensacional . asuahushushus

Ferdinand disse...

Desconhecia a banda, então não posso comparar os antigos e novos integrantes mas... Que som foda cara, muito bom. Toda vez que venho aqui me deparo com musicas boas. Parabéns pelo trabalho mesmo, rs.

E que capa foda..

OFF: De vez em quando postamos sobre música n'O Moviment0, então taí, já que ambos estamos falando do mesmo assunto, rs: http://moviment0.wordpress.com/category/musica/

Thamyzinha Iwasaki disse...

nossa que legal, conheso um pouco da musica deles(muito pouco pra ser sincera)
mais gostei de saber que ela stão voltando, vou atras de saber mais sobre eles.

xau

gostei da musica que colocou, massa^_^

Lucas . disse...

nevermore sempre esteve acima da média, em toda sua carreira.

negar isso é absurdo, inclusive agora: afirmo sem escutar que é acima da média das merdas que estão por aí hoje em dia.

Fer Werner disse...

Desconhecia a banda, então não posso comparar os antigos e novos integrantes mas... Que som foda cara, muito bom. Toda vez que venho aqui me deparo com musicas boas. Parabéns pelo trabalho mesmo, rs [2]

Thamyzinha Iwasaki disse...

QUANDO eu vi a principio pensei que fosse um filme...
tipo esse tipo de som serve quando to muito alegre...
mas quando to relax prefiro ouvir mpb,blue,...

Jéssica Gottlieb disse...

Muito legal seu blog. Eu não conhecia essa banda, mas a música que vc postou é ótima. O som é bem pesado, porém não agride os ouvidos. E tem um quê de música clássica no fundo.
Parabéns pelo post e pelo blog.
^^

Renan disse...

eu agora estou sem som no pc. mas valeu a dica. mas o blog ta bem informativo e legal, cara. parabens!

Cooringa disse...

Não conheço e tb não curti muito não!
=)
Abraço

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

Adorei o Som!
Gosto de musicas que me fazer sentir "alegria" de alguma forma...
E essa se tornou uma... Aham!
é bom quando acontece aquilo que todos esperam (desejo branco...e com certeza a galera do Nevermore deve se sentir mais que satisfeita...
parabens pela postagen!

http://blogkawai2.blogspot.com/

J. I. W. disse...

cara, de música eu entendo pouco e muito menos de bandas, sei nem que eh essa que tu tah falando.
mas mesmo assim tow registrando meu post viss...
abraços

indivídua disse...

não conheço, mas achei bem legal

http://celuliteseoutrasestranhezasdemulher.blogspot.com/

desvinculos disse...

cara, taí... muito bom som... alias, manda bem no teclado e nas pesquisas...

Lucas Alves disse...

tae um assunto do qual
nao entendo nada!
ehuaehae
agora ta um pouco melhor

veja tbm
www.ovolumeunico.blogspot.com
www.eutivinatv.blogspot.com

Macaco Pipi disse...

NAO CONHEÇO
MAS JA GOSTEI DESSA CAPA
VOU ATRAS

Jaqueline Jesus disse...

bom... eu nunca ouvi falar dessa banda Nervermore, mas como todo som tem seu lado bom, essa tb deve ter, rs.
beijoos

Diogo Ribeiro disse...

nervemore, ja ouvi

Henrique Alvez disse...

nunca ouvi na minha via
mas te juro que to baixando uma musica dele agora
aspodjkapsdks

ps: capa FOD#!!!!

trilhassonoras.cz.cc disse...

gostei do seu blog, mesmo!
é m tema q adoro...
nevermore, é bom mesmo!
gostei das postagens, tem bastante bandas q curto...
o tema do seu blog é mto legal,amo musica...

bom é isso!
sucesso e vida longa p seu blog

@jessicala91

Jeh Pagliai disse...

Não conhecia, mas gostei :D

Beijinhos

---
www.jehjeh.com

mii ferreira disse...

curti, curti! *0*

Kah Lessa disse...

Nevermore é muito bom. Adoro descobrir esses sons aleatórios que eu não imaginária que fosse gostar.

Parabéns pelo blog.

Tem post novo no meu: http://daretoinspireme.blogspot.com/

Sérgio disse...

nao conhecia não... mas massa!

Pablo disse...

Nevermore brinca com as músicas. Nevermore é o demonho. Esse é o menos melhor disco depois dos 4 primeiros...

OGROLÂNDIA disse...

salve o grande nevermore!!!!
se esse é o cartão de visita tá pra sentir que o cd vai ser bão demais!!!
vou comprar! já to coçando pra comprar.

Gabriel Pozzi disse...

Cara, já ouvi falarem de Nevermore bastante, mas nunca tive a curiosidade de ouvir, pq vc sabe q não curto tanto os sons pesados... Mas obviamente, ouvi o som que vc deixou pra gente, e até que gostei, mesmo não sendo meu estilo, tem o típico refrão que gruda, além de ter adorado a voz do cara (que me lembra outras vezes, mas não consigo lembrar de quem)!

http://songsweetsong.blogspot.com/

caarol ferreira yohana yoshitake disse...

muito legal, curti! *0*

Anônimo disse...

-- 01. THE TERMINATION PROCLAMATION

Abertura apoteótica, formada por riff’s sensacionais e seguida por um refrão excelente! O Warrel Dane e o Jeff Loomis estão afiados nessa música. Começo em grande estilo!

-- 02. YOUR POISON THRONE

RISE! Pois creio que esta seja a faixa que melhor representa o estilo desenvolvido pelo Nevermore no correr dos anos. È também a faixa que demonstra maior equilíbrio musical, tendo em vista que mantém a qualidade do início ao fim. Certamente, candidata a melhor faixa do disco.

-- 03. MOONRISE (THROUGH MIRRORS OF DEATH)

Introdução técnica, com ótimos riffs e uma excelente levada de bateria. Com o desenvolvimento da música temos outro refrão pegajoso.

-- 04. AND THE MAIDEN SPOKE

And The Maiden Spoke introduz um clima mais sombrio e melancólico, embora o riff principal seja rápido e agressivo. Vai parecer repetitivo, mas temos outro belo refrão em uma das faixas mais diversificadas do disco.

-- 05. EMPTINESS UNOBSTRUCTED

Em termos instrumentais, chegamos à faixa mais simples do álbum. No entanto, não devemos nos enganar com esse aspecto, pois é uma excelente faixa! O destaque se deve ao Warrel Dane, que comanda o show melódico nessa bela canção.

-- 06. THE BLUE MARBLE AND THE NEW SOUL

A melancolia atinge o ápice em The Blue Marble and The New Soul. Novamente, o ponto alto fica por conta do maestro Warrel Dane que apresenta outra interpretação impecável.

-- 07. WITHOUT MORALS

Essa faixa lembra muito a musicalidade do álbum The Politics of Ecstasy, o que é um bom sinal! O início marcado e o desenvolvimento de riffs melódicos introduz muito bem o refrão.

-- 08. THE DAY YOU BUILT THE WALL

Essa faixa parece trazida do Praises to The War Machine do Warrel, dada a similaridade de estilos. Destaque para o melódico e inspirado solo de guitarra do Jeff.

-- 09. SHE COMES IN COLORS

Essa música apresenta aspectos bem definidos que remetem aos últimos três discos da banda. È como se os dedilhados do Dead Heart, os riffs nervosos do This Godless e o tema das letras do Dreaming tivessem sido unidos para formar essa faixa. O resultado é excelente!

-- 10. THE OBSIDIAN CONSPIRACY

A introdução dessa música é devastadora! Puro modern thrash metal! Excelente música de encerramento.

................................................................................

Após ouvir o disco uma série de vezes, chequei à conclusão que se trata de mais um ótimo disco, mesmo que pareça contraditório dizer que está um pouco abaixo dos principais registros da banda. Devo dizer que ao lado do Enemies Of Reality, esse foi o disco de mais difícil digestão, pois demorei a assimilá-lo.

Por fim, temos que, embora o Jeff Loomis continue apresentando um alto nível em suas composições e em sua técnica, o destaque do disco certamente vai para o trabalho do Warrel Dane.

Nota: 8.8/10

Anônimo disse...

1. DEAD HEART, IN A DEAD WORLD -------- 9.9
2. THIS GODLESS ENDEAVOR -------- 9.8
3. DREAMING NEON BLACK -------- 9.4
4. THE POLITICS OF ECSTASY -------- 9.0
5. THE OBSIDIAN CONSPIRACY -------- 8.8
6. NEVERMORE: ENEMIES OF REALITY -------- 8.4
7. NEVERMORE: IN MEMORY -------- 8.2
8. NEVERMORE: NEVERMORE -------- 8.0